segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Como ser dublador?

Essa é uma pergunto que vejo frequentemente em comunidades do Orkut.
Postarei aqui um texto contendo dicas de Flávio Dias sobre como se tornar um profissional nessa arte.

Vamos ao que interessa:
A dublagem, no Brasil, só pode ser feita por atores profissionais, devidamente credenciados junto à DRT (Delegacia Regional do Trabalho) por ser, a dublagem, uma "reinterpretação" em língua portuguesa.

Ao dublarmos, estamos "criando" uma nova obra de arte, agora, em nossa língua. Assim, por questão de "Direitos de Interprete", somente atores profissionais podem "dublar".

Portanto, se você pretende entrar no mercado, terá antes que se formar ator (atriz).

Não caia no conto do "cursinho de dublagem" que existe em SP e RJ, pois tais cursos são para treinamento
de atores já profissionais. Se bem que ninguém pode proibí-lo(a) de fazê-los.

Só que o cursinho não o(a) proverá da formação básica que todo ator necessita para tal trabalho, e sem o registro na D.R.T., você não poderá receber pelo trabalho efetuado.

Não existe a profissão "dublador". Este é um termo usado, mas a terminologia técnica é "ator em dublagem".

Para exercer essa profissão, é necessário primeiramente, ser ator. Somente com o registro profissional de ator/atriz, o DRT, obtido junto ao Ministério do Trabalho, é que se pode exercê-la.

O DRT, é como o registro da OAB para o advogado. É a licença para trabalhar.

Mas, para obter esse registro, é necessário submeter-se a cursos universitários ou profissionalizantes de teatro, como os relacionados abaixo:

- Cursando a EAD, Escola de Arte Dramática da USP (na Escola de Com. e Artes - ECA);

- Alguns outros cursos profissionalizantes reconhecidos pelo governo, como o "Recriarte", "Macunaíma" e "Célia Helena"

- Prestando exame de banca no Sindicato dos Artistas, o SATED. Não são todos os SATED's do país, que realizam esse exame. Os sindicatos do Rio e São Paulo, fazem.

Não é necessário ser ator para fazer o curso de dublagem. É preciso ser ator apenas, para dublar. Há todo um trabalho de interpretação dos mais variados personagens, inclusive com características das mais diversas, ou seja, um bom ator teria mais facilidade, teoricamente.

Sempre há cursos de dublagem sendo ministrados em São Paulo. O da BKS especificamente, estava sendo ministrado pela atriz Maria Inês, que se utilizou dos estúdios desta empresa. No entanto, essa atriz, voltou a se estabelecer na cidade do Rio de Janeiro.

Vale salientar que alguns dubladores profissionais, alertam que os cursinhos de dublagem, "não passam de caça-níqueis", visto que o domínio da técnica é direito do ator profissional e que em hipótese alguma tais cursos podem, sob a luz do Direito, transformar qualquer pessoa em ator.

Fazer um "cursinho de dublagem" é direito de qualquer cidadão, mas o mesmo só terá serventia para o mercado de trabalho, se a pessoa já for ator profissional.

É necessário ter muito talento e passar nos testes de uma empresa de dublagem, algo bem difícil pois os diretores são muito exigentes.

Além disso, o ator da dublagem deve também:

Ter muita disciplina, concentração, bom senso, dicção perfeita, boa emissão de voz, reflexos apurados, domínio da língua portuguesa e pelo menos de inglês, conhecimentos gerais e bastante disposição e carinho pelo trabalho.

Estabelecer residência no eixo Rio-São Paulo, que são os dois grandes pólos de dublagem no Brasil.

No início da carreira sempre é difícil. Os papeis que surgem são pequenos, o que acaba desestimulando alguns.

Se você tem essa idéia na cabeça, não desista! Leve-a adiante! Fazer um cursinho de dublagem, pode ser também, um grande hobby.

13 comentários:

Ayrton Ricardo disse...

é uma pena que somente atores profissionais possam dublar, tem muita coisa dublada que é horrível, isso só me faz acreiditar que o verdadeiro talento é ofuscado por uma minoria. Um ex: Fabio Assunção e Malu Mader em Dinossauros, como atores são bons, mas como dubadores, uma lástima. Isso ocorre em qualquer área. Você é bom mas não tem um padrinho, nada vale. Precisamos rever alguns conceitos e observar mais os talentos escondidos. Ayrton

dublagem disse...

Sabe o que acontece com esse tipo avaliação? Você ver dublagem de meia dúzia de pessoas. Sabem porque? A panelinha que infelizmente acontece em todo lugar. Temos que avaliar é o talento!! Você ver diversos filmes, desenhos animados, sempre com as mesmas vozes!! Algo está errado!!!

Gi disse...

Luciano Huck é ator ? Pois ele dublou Enrolados, que por sinal ficou péssimo.
Sempre tem uma exceção , né ?
Pois é...

Láh disse...

E as dublagens feitas por crianças?

Gabriel Gameiro disse...

Gostaria muito de ser dublador,ja estou ciente que preciso do DRT entaum vou prestar artes cenicas na USP.Deve ser muito dificil se tornar um dublador proficional,mas eu vou tentar... FLWs

rafael disse...

Como que a Sabria Sato dublou

kabuk disse...

Ótimo artigo, ajudou muito.
Muitos "artistas" conseguem registro assim que precisam, é o que mais acontece.
Eu fiz curso de teatro, mas não me profissionalizei, agora me empolguei, sempre quis trabalhar com dublagem. É algo muito difícil e um campo quase que restrito.

wagner rodrigues disse...

Oi meu nome é Wagner Rodrigues sempre gostei de dublagem agora conhecendo melhor o mercado de dublagem estou ciente que a dublagem não é fácil e que o mercado é muito restrito, mas sempre gostei das vozes dos dubladores dando suas almas aos personagens isso sempre me fascinou e por isso,vou lutar bastante para me tornar um dublador sei que não será fácil mais lutarei com unhas e dentes para me tornar um!!!!!

Wesley Araujo disse...

Acho que deveriam rever a dublagem, nem sempre há bons atores,as vezes inerpretam bem mau o personagem, que por sinal a voz e a interpretação é totalmente fora de sincronia com o personagem original. As vezes esses atores de tv se acham os bam bam bans mas dublam o maior cocô.
Há muita gente com talentomas que nao percebem. Praticamente todos os personagens são dublados por as mesmas pessoas como Wendel e Guilherme Briggs... deveria haver mais vozes

Luciano Arimatan disse...

E brasil mostra sua cara...
concordo ter talento boa pronuncia nesse ramo e a,mesma coisa que “democrcia“ em nossa politica faz quem manda nao quem sabe
Mas faço uma pergunta
o D R T do locutor de radio nao vale para ser dubladod?
Me responda no email abaixo
PARA QUISER SACUDIR A BANDEIRA ESTOU AQUI
locutor.luciano.arimatan@gmail .co.

Luciano Arimatan disse...

Hoje tem um que quer acabbar com os dubladores nao havia entendido o porque

mas agora intendo
ter algo que beneficia somente alguns isso nao pode exiatir
devia ser parecido com teste de modelo vc se agencia fas teste e bom ganha o serviço pelo merito ou talento nao pelo QI (quem indica)

lukaz Moral disse...

Ola meu nome é Lucas, eu tenho vontade de ser dublador, mas não tenho especificação em ser Ator.
Mas tenho uma voz grave, e meu passatempo é ficar praticando a dublagem principalmente com os vilões ou personagens mais "frios"; faço isso só com eles porque devido minha voz ser grave eu me encaixo melhor com esses personagens.
Estou disposto a fazer teste, qualquer coisa me procura.
Abraços
Lucas.

Pollyana moção disse...

a profissão e boa, porem so da mais direito para quem tem padrinhos e nomes. Fica muiiiito dificil para quem e da região do nordeste.Mas se a pessoa tiver realmente o dom chegar la com muito persistencia. Que Deus abençoe a todos.