domingo, 9 de setembro de 2007

Especial Transformers-Dublagem Brasileira


Transformers é legal, mas será que teria o mesmo resultado se não fosse um grupo de talentosos dubladores para emprestar a voz, especialmente aqui do Brasil? Confira.

Por Sérgio Mentorbreak Fiore

Para começar é impossível não fazer menção à dublagem original. Por isso, eu cito aqui a participação dos dois dubladores mais conhecidos por aqui: Peter Cullen e Hugo Weaving.

Para muitos fãs, Peter Cullen é, e sempre será, a voz oficial de Optimus Prime, e ele mesmo, em recentes entrevistas, diz que ainda se assusta com a repercussão que perdura até hoje de seu trabalho.

Peter Cullen


Ele conta que não sabia exatamente como fazer a voz de um robô, mas que imaginou como seria a voz de um líder, de um comandante nato, e foi assim que surgiu a voz que conhecemos. Aceitar este papel novamente era quase obrigatório. Além de Transformers, ele também chegou a dublar em animações da Disney, como O Ursinho Puff e Tales Pin. Coitado.

Hugo Weaving

Hugo Weaving, além de ser um excelente ator, já se firma com esta dublagem como um dos atores com maior participação em produções no gênero fantástico. Bom, considerando que ele já foi o Agente Smith em Matrix, Elrond na trilogia O Senhor do Anéis, e esteve sob à mácara do “V “em V de Vingança, fazer a voz do líder Decepticon Megatron em Transformers deve fazer com que sua legião de admiradores cresça consideravelmente.

Mas vindo para terrtório nacional, não é segredo que a dublagem brasileira, apesar do preconceito de uma minoria, é considerada um das melhores do mundo, não apenas pelo timming dos profissionais, mas pela capacidade de assimilar o conteúdo, e fazer o seu trabalho se permitindo até o improviso rápido e bem humorado. E um dos mais aguardados filmes do ano passou pelo crivo dos dubladores nacionais.

A tradução brasileira foi feita no estúdio Delart, no Rio de Janeiro, e ficou a cargo de Manolo Rey, que dublou o Will Smith em Um Maluco no Pedaço. A dublagem de Transformers foi dirigida por Guilherme Briggs, um velho conhecido do público.

Ele é um dos mais talentos dubladores da atual geração e deu sua interpretação para personagens como Freakazoid, Han Solo, Superman, Buzz Lightyear entre tantos outros. Além de ser um grande fã de Transformers , tendo já dublado o Optimus Prime em três série aqui no Brasil: Beast Machines, Nova Geração e Armada. É dele novamente a voz do líder no filme.


Guilherme Briggs - Optimus Prime

Muitos fãs aqui no Brasil queriam uma das vozes clássicas para o líder dos Autobots. O que não seria possível, uma vez que o primeiro dublador, Celso Vasconcelos, não trabalha mais com dublagem, e o segundo, Darcy Pedrosa, já é falecido. Bumblebee por sua vez foi dublado por Eduardo Borgerth, que fez a segunda voz de Fox Mulder em Arquivo X e o Ciborgue do Jovens Titãs.


Reginaldo Primo - Jazz


Jazz foi dublado por Reginaldo Primo. É dele a voz de Clark Kent/Superman de Superman o Retorno, Dean Winchester, de Sobrenatural e do ator Jason Teague, de Smallville (o namorado de Lana que é técnico de futebol).


Duda Espinoza - Ironhide
Ironhide foi dublado por Duda Espinoza, que fez Octavius, de Uma Noite no Museu e é dublador do Topher Grace.

Júlio Chaves - Ratchet
Ratchet recebeu a voz do veterano Júlio Chaves que é a voz oficial por exemplo de Mel Gibson, Tommy Lee Jones e Andy Garcia.



José Santacruz - Megatron

Do lado dos vilões Decepticons, temos Megatron sendo dublado pelo veterano José Santacruz. Ele era a voz original do Megatron no Transformers G1 além de ser dublador de Danny de Vito, J.J. Jameson, de Homem-Aranha (filmes) e o Sargento Cosgrove, de Freakazoid.
Ouça um trecho de Santcruz como Megatron, diretamente do projeto Vozes de Cybertron, de Marcus Garrett.


José Sant’anna - Starscream


José Santana, assim como Santacruz, reprisa sua participação em Transformers no papel do escorregadio Starscream. Alé sua participação em desenhos como G1, ele era o Willy, de ALF, Lance Henriksen (Millenium) e é também dele aquela famosa frase:”Enquanto isso, na sala de Justiça…”

Júlio Cezar-Decepticon espião


Barricade, o decepticon espião, é dublado por Júlio Cezar. Entre seus trabalhos mais conhecidos, temos ele dublando Harrison Ford ou Robert de Niro, o Rei Leônidas, de Os 300 de Esparta, e é a segunda voz de Homer em Os Simpsons. Lembrando que estes três Decepticons são os únicos falam as línguas de nosso planeta, no filme.



No lado dos humanos, vale destacar o trabalho de:



Sérgio Cantú-Sam Withwicky


Sam Withwicky foi dublado por Sérgio Cantú, que fez Elijah Wood, o Ricochete de Mucha Lutcha e Seth, de The OC.

Sylvia Salustti-Mikaela
Mikaela, namorada de Sam, foi vivida por Sylvia Salustti. Ela fez Gabrielle, de Xena, Buffy, a Caça Vampiros, e Phoebe, de Friends.


Mauro Ramos-Ron Withwicky

Ron Withwicky foi feito por Mauro Ramos, que ficou famoso como Pumba em O Rei Leão , Abu, de Samurai Jack e Sully, de Monstros S.A. Recentemente, substituiu o falecido Bussunda em Shrek Terceiro.



Alexandre Moreno-Capitão Lennox

O Capitão Lennox recebeu a voz de Alexandre Moreno, cuja voz já foi dada à Adam Sandler, Chandler, de Friends, Jason no primeiro Power Rangers e o Mestre Shake do Aquateen.



Hélio Ribeiro-Agente Simmons


Hélio Ribeiro dublou o Agente Simmons, e é ele que faz as vozes de Steve Martin , Kevin Costner e Tom Selleck e também é o Homem pássaro em Harvey o Advogado.





Consta que os executivos da Paramount e da Hasbro curtiram muito o trabalho de dublagem feito por aqui, pois segundo eles, as interpretações dos robôs e dos personagens ficaram muito acima até da versão original. Olha a moraaal! Os dubladores brasileiros, segundo esses mesmos executivos, deram uma profundidade maior para os personagens do que os dubladores americanos.
Ficaram tão satisfeitos com o trabalho que a partir de agora irão mandar tudo que é produto de Transformers para ser dublado na Delart. Ainda mais porque descobriram que o Guilherme Briggs é fã da série e perceberam o trabalho que recebeu toda uma atenção e dedicação especial. Coisas que só o Brasil tem… Tá, esquece o ufanismo.

Pra ficar sabendo muito, muito mais sobre a dublagem brasileira de Transformers, vale mesmo a pena conferir o Vozes de Cybertron. Faz tempo que não é atualizado, mas continua sendo um trabalho primoroso de um fã, o Marcus Garrett.

Um comentário:

kabeca1980 disse...

OTIMA MATERIA ...PARABENS!!!!!!